Tema JRA: Agricultura e Alimentação

Ilha Terceira: um destino sustentável nos Açores?

Ilha Terceira: um destino sustentável nos Açores?

A Ilha Terceira, uma das 9 ilhas que constituem o Arquipélago dos Açores, é um dos destinos mais turísticos do país. Mas será um dos destinos mais sustentáveis de Portugal? Ao longo dos seus pouco mais de 80 quilómetros de extensão, esta ilha apresenta diversas praias distinguidas com a Bandeira Azul, diversos recursos naturais à disposição dos habitantes e turistas, bem como uma grande diversidade animal, essencial para a economia deste pequeno pedaço de terra, envolto por uma imensidão de água.

Porque nem palha temos…

Porque nem palha temos…

A água é um recurso fundamental para o Homem, seja para consumo humano direto, seja para as atividades que garantem a sua sobrevivência, nomeadamente a agropecuária.
A escassez de água em Portugal é uma realidade recorrente, que se repete todos os anos e que obriga ao uso consciente deste recurso. As situações de seca a que Portugal tem estado sujeito, deveriam ser um alerta para a necessidade de se sensibilizar a população e se definirem critérios para o consumo de água, para que não façamos de Portugal um deserto. A não ser assim, qualquer dia, nem palha temos…

Nem palha temos…

Nem palha temos…

De acordo com o Público, na produção de cereais e na pecuária, as previsões apontam para um cenário preocupante. A falta de água já afeta os produtores, e os animais deixam de ter alimento. Nem da palha se tira algum proveito. Na bacia do Sado, e apesar das chuvas recentes, os ribeiros pararam de fluir em março e os poços começaram a secar em maio. Segundo informação veiculada pela Agência Portuguesa do Ambiente, através do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, as albufeiras de Monte da Rocha e Campilhas, as duas situadas na bacia do Sado, encontram-se a cerca de 10% da sua capacidade.

Vamos salvar as nossas abelhas?

Vamos salvar as nossas abelhas?

Nós, alunos da EB23 Gonçalo Sampaio, desenvolvemos o projeto “Vamos salvar as nossas abelhas?”, cujo objetivo, como podemos verificar pelo nome, consiste na proteção das abelhas, espécie que se encontra cada vez mais ameaçada, quer pelos produtos químicos utilizados na agricultura, quer pela vespa asiática, espécie invasora.